Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nunca a canção fora tão bela e tão temida, como quando foi servida pelos Príncipes da Palavra. Muitos viviam exilados, ou, se estavam em Portugal, eram presos com frequência. Constituíam uma autêntica plêiade de poetas e baladeiros para quem a canção era uma arma. José Afonso, Adriano Correia de Oliveira, José Mário Branco, Ary dos Santos, Sophia de Mello Breyner, Manuel Alegre, Natália Correia e outros. Mas até o rock, por fim emergente, acabaria por entrar também pelos (...)
16 Jan, 2020

M. (16.01.2014)

Feliz Aniversário

(...)  Filhos? Filhos Melhor não tê-los Noites de insônia Cãs prematuras Prantos convulsos Meu Deus, salvai-o! Filhos são o demo Melhor não tê-los . . . Mas se não os temos Como sabê-los? Como saber Que macieza Nos seus cabelos Que cheiro morno Na sua carne Que gosto doce Na sua boca! Chupam gilete Bebem xampu Ateiam fogo No quarteirão Porém que coisa Que coisa louca Que coisa linda Que os filhos são!   Vinicius de Moraes    
Com as portas abertas eu sou o mar que entra.  Mas sem esquecer o sangue, eu escuto e sei e espero.    António Ramos Rosa - Obra Poética I  Assírio & Alvim (2018)      
09 Jul, 2019

tomara

Tomara que a tristeza te convença, que a saudade não compensa e que a ausência não dá paz.   Vinicius de Moraes 19 de outubro de 1913 — 9 de julho de 1980   Onde Anda Você - Vinicius de Moraes & Toquinho ( Vinicius de Moraes / Hermano Silva ) E por falar em saudade Onde anda você Onde andam os seus olhos Que a gente não vê Onde anda esse corpo Que me deixou morto De tanto prazer E por falar em beleza Onde anda a canção Que se ouvia na noite Dos bares de então Onde a (...)
20 Mar, 2019

matar

Que a tristeza te convença Que a saudade não compensa E que a ausência não dá paz E o verdadeiro amor de quem se ama Tece a mesma antiga trama Que não se desfaz E a coisa mais divina Que há no mundo É viver cada segundo Como nunca mais...   Vinicius de Moraes      
01 Mar, 2019

a paz da cura

Eu amei Eu amei, ai de mim, muito mais Do que devia amar E chorei Ao sentir que iria sofrer E me desesperar Foi então Que da minha infinita tristeza Aconteceu você Encontrei em você a razão de viver  E de amar em paz E não sofrer mais Nunca mais Porque o amor é a coisa mais triste Quando se desfaz   Vinicius de Moraes - Amor em Paz       
27 Ago, 2018

prece

amor, sem isso não vale a pena estar vivo. A minha vida foi feita para se entranhar na tua      Afonso Cruz - Jesus Cristo Bebia Cerveja (2012) Penguin Random House (2016)         
19 Out, 2016

poetinha fumante

O dinheiro de quem não dá é o trabalho de quem não tem. Vinicius de Moraes diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta, cantor e compositor brasileiro  (19 de outubro, 1913 —  9 de julho,1980)