Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Mas em 1983 e em 1984, as autoridades responsáveis pela saúde dos portugueses não estavam informadas, logo, não sabiam como encarar o problema. Portanto, desmentem-no. A sida não existe. A exstir, é noutros países. Não há pragas nem epidemias. O director do Instituto Nacional do Sangue multiplica-se em entrevistas e vai à televisão desmentir a gravidade da situação e pedir às pessoas para não se preocuparem porque Portugal era um país de bons costumes. Só uma mulher, (...)
24 Mar, 2020

ambos tinham razão

  significava que ambos tinham razão ou achavam que tinham razão, em geral diferentíssima mas igualmente convicta, meu Deus a quantidade de verdades opostas que existem    António Lobo Antunes – A Última Porta Antes da Noite (2018) Publicações Dom Quixote (2018)      
  Uma pequena ponte, uma lâmpada, um punho, uma carta que segue, um bom dia que chega, hoje, amanhã, ainda, a vida continua, no silêncio, nas ruas, nos quartos, dia a dia, nas mãos que se dão, nos punhos torturados, nas frontes que persistem.    António Ramos Rosa in NÓS SOMOS - Obra Poética I Assírio & Alvim (2018)     L'échappée belle Brigitte Sanchez  
13 Mar, 2020

não aumentar

  quando as pessoas muito atentas seja ao que for a idade aumenta logo    António Lobo Antunes – A Última Porta Antes da Noite (2018) Publicações Dom Quixote (2018)    
09 Mar, 2020

impaciente, cega

  Alguém a viu sair, essa mulher descalça que marcha ao longo do muro impaciente e cega?      António Ramos Rosa in CICLO DO CAVALO - Obra Poética I Assírio & Alvim (2018)    
06 Mar, 2020

monotonia

tão monótona a vida de facto, tão igual para toda a gente    António Lobo Antunes – A Última Porta Antes da Noite (2018) Publicações Dom Quixote (2018)  
04 Mar, 2020

(tão bem) acordada

o que as mulheres engelham enquanto dormem senhores, se as mantivermos acordadas vinte anos sempre      António Lobo Antunes – A Última Porta Antes da Noite (2018) Publicações Dom Quixote (2018)      
23 Jan, 2020

a morte de alguém

Uma das histórias envolvia a duquesa de Vauquelin. Certa noite perdera bastante dinheiro a jogar às cartas. Com o rosto afogueado, passara a mão pela testa e, ao fazê-lo, deslocara uma sobrancelha artificial feita de pelo de rato. Sem que desse por isso, a sobrancelha começara a deslizar-lhe para a cara, sobre a maquilhagem branca do rosto.  - O que nos rimos - contou Sua Graça. - Incluindo a duquesa até a filha lhe explicar o sucedido. Não voltou a ser vista em público desde (...)
Escrever sobre Lorde B provocou em mim grande melancolia. Lamento imenso nunca lhe ter dito que o amava, porque a minha ingenuidade me fazia pensar que o coração só pode amar uma vez. Percebo agora que amei três pessoas, que esses três amantes eram muito diferentes uns dos outros e que cada um ocupa um lugar diferente no meu coração. Mercy, Lorde B. E o maior e menos mobilado espaço do meu coração é o do amor que sinto por si. Tem nele pouco mais que uma cama. Como é estranho (...)