Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

14 Nov, 2019

mulher(ão) I

Um pouco de conversa talvez tivesse sido o bastante para despertar em mim algum carinho por ele, mas não havia conversas. Uma vez disse-me que era melhor para um homem estar no meio do mato do que com uma mulher com opiniões (...) Considerava que um homem era mais admirado quando tinha uma mulher bonita ao seu lado, e deliciava-se com os olhares invejosos dos amigos quando estávamos juntos.    Wray Delaney - Memórias de Uma Cortesã  (2016) Quinta Essência, Oficina do Livro (2017)     (...)
Eu tenho um anjo Anjo da Guarda Que me protege de noite e de dia Eu não o vejo Eu não o ouço Mas sinto sempre a sua companhia 1   1 António Variações, «Anjo da Guarda», Anjo da Guarda, EMI - Valentim de Carvalho, 1983    Manuela Gonzaga – António Variações, Entre Braga e Nova Iorque (2018) Manuela Gonzaga e Bertrand Editora (2018)      
07 Ago, 2019

I reprise de agosto

A adrenalina trepa o stress dos VIPs desliza por rasgadas pistas no cobre a pique a pique a pique lábio cigarro mão morta ao volante (...) Um frigo internacional avança slowly contra a chaparia de todas as ambições.   Paulo da Costa Domingos in Na EN264, A última Nau   Paulo da Costa Domingos - Carmina (1971 - 1994) Antígona (1995)                                                                  
30 Jul, 2019

vã soberba

Antecede o conhecimento a vagabundagem      Paulo da Costa Domingos in Violeta Náutica     Paulo da Costa Domingos – Carmina (1971-1994) Antígona (1995)     A Negação de Pedro, 1610 Caravaggio   Presa de indizível remorso, o apóstolo retirou-se, envergonhado de si mesmo. Dando alguns passos, alcançou os muros exteriores, onde se deteve a chorar amargamente. Ele, que fora sempre homem ríspido e resoluto (...) ali se encontrava, abatido como uma criança, em face de (...)
03 Jun, 2019

natureza

essa pergunta que regressa ciclicamente ao seu espírito: o que é a Natureza? Raimundo olha à sua volta e, nas ruas de Mafra ou nas colinas verdes salpicadas de moinhos e casitas brancas não vislumbra anjos, nem madonas, nem santos, nem cordeiros de Deus. O que vê é uma outra natureza habitada por rudes cavadores, saloias dobradas para a terra das hortas, o oleiro com o barro nas mãos como uma segunda pele, o sapateiro na banca a furar o couro com a sovela, o tanoeiro a ajustar as (...)
Nunca o português tem uma acção sua, quebrando com o meio, virando as costas aos vizinhos. Age sempre em grupo, pensa sempre em grupo. Está sempre à espera dos outros para tudo. Somos incapazes de revolta e de agitação. Quando fizemos uma “revolução” foi para implantar uma coisa igual ao que já estava. Manchámos essa revolução com a brandura com que tratámos os vencidos. E não nos resultou uma guerra civil, que nos despertasse; não nos resultou uma anarquia, uma (...)
22 Mai, 2019

Margherita Lotti

  “Os obstáculos são ensinamentos para o seu espírito.” Santa Rita de Cássia, nascida Margherita Lotti (Roccaporena, 1381 — Cássia, 22 de maio de 1457)