Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

22.10.19

tempo


Cecília

 

Põe o tempo o cuidado

que ignora o ouvido

e que o livro não dá.

É dele este silêncio,

este saber,

este ouvir e calar.

(...)

É dele o pouco a pouco,

o aproximado,

o justo. 

(...)

É doce e grande 

o tempo.

(...)

Põe o tempo o cuidado.

Mas não põe as estrelas.

 

Perde o olhar o brilho.

Mas o mar não se perde. 

 

 

 

António Ramos Rosa in Antecipação à Velhice - Obra Poética I

Assírio & Alvim (2018)

 

 

 

 

03.07.19

quizá mañana


Cecília

Quando um homem tem na vida uma razão de esperança é como se crescesse um palmo de altura. Mas se se juntam duas dessas razões, um homem perde a medida do seu tamanho. 

 

Álvaro Guerra – Razões de Coração (1991)
Coleção Mil Folhas PÚBLICO (2002)

 

 

Amor
Te siento cerca cuando estamos lejos
Porque te llevo aquí en mi corazón
No sé perderme de tu amor
Quizá mañana cuando estemos viejos
Y se nos arrugue un poco el corazón
Sabré querer mejor
Dicen que este amor pasa una vez en la vida
Y a veces puedo jurar que tus besos son poesía
Sincronicidad, solo tú me das
Tú haces mi sueño realidad
No soy yo si no estás conmigo
Quiero verme al final contigo

 

26.02.19

os 12 mandamentos ciganos


Cecília

1º  Amar a Deus acima de tudo e respeitar todos os Santos;

 2º  Respeitar a Semana Santa;

3º Respeitar todas as Religiões e credos que elevam o nome de Deus – Nosso Pai;

  4º Ajudar-se mutuamente;

  5º Amar e não desmerecer nenhuma criança;

  6º Respeitar os idosos e não desprezar a sua sabedoria;

  7º Não mostrar o corpo;

  8º Não se prostituir;

  9º Manter a fidelidade entre os casais;

10º Não se envergonhar de sua origem;

11º Não deixar de praticar o dom da adivinhação;

12º Não trair seu povo.

 

 

 

 

07.09.18

passado a dois


Cecília

Quando acordaram de manhã, na mesma cama, ela disse-lhe que queria ter um passado com ele. Não era um futuro, que é uma coisa incerta, mas um passado, que é isso que têm dois velhos depois de passarem uma vida juntos. 

 

 

Afonso Cruz - Jesus Cristo Bebia Cerveja (2012)

Penguin Random House (2016)

 

 

 

Painter's Honeymoon (1864)

Frederic, Lord Leighton

 

 

17.07.18

resta ressuscitar


Cecília

O teu avô pisava as uvas para fazer vinho, não era? Quando se chega a esta idade somos umas uvas, pisadas a vida inteira. Um dia, Nosso Senhor transformar-nos-á em vinho. Sofremos tanto que já só podemos ressuscitar, já não nos sobra mais nada. 

 

Afonso Cruz - Jesus Cristo Bebia Cerveja (2012)

Penguin Random House (2016)

 

 

 

 

 

 

04.07.18

estradas e janelas da memória


Cecília

Os correios acabam de abrir e Manuel Moita dirige-se para lá. Tem oitenta e três anos, Alzheimer, e vai aos correios várias vezes por dia para saber se tem correspondência. As pessoas têm paciência e lamentam aquela insistência que nasce da solidão e da doença.

     Os guardas sorriem quando o vêem. O cabo buzina enquanto o sargento Oliveira acena para o velho, que se assusta, encostando-se à parede. Então, no meio da confusão da sua cabeça, parece reconhecer aquelas caras e também acena, retomando a caminhada, mas em sentido contrário. Já  não se lembra de que ia aos correios e volta para casa. 

 

 

Afonso Cruz - Jesus Cristo Bebia Cerveja (2012)

Penguin Random House (2016)

 

 

 

 

28.06.18

dites-moi comment ça marche


Cecília

Ela caminha

Nós vemos a nossa vida passar

No fio

Nós vemos os anos passarem

Nós tentamos seguir o caminho certo

E nós não podemos rebobinar

Todos esses nós em nossas vidas

Se pudéssemos desamarrá-los

Então me diga como funciona

Me diga como funciona

Me diga como funciona

Me diga como funciona


De qualquer forma, andamos em fila

Em grupos ou não, caminhamos sozinhos

Goste ou não, temos um valor de mercado

da juventude até a mortalha

Caminhe ou morra, mas caminhe em linha reta

ande de ré ou não trabalhe

E os negócios, como vai

Saúde, família e o resto, como vai

Me diga como funciona

Me diga como funciona

Eu sei que nem sempre é do jeito que queremos

Nem sempre como desejamos

mas eu gostaria de alguns dos velhos dias felizes

Me diga como funciona


Eu me pergunto depois de todos esses anos

de novo e de novo

Eu sei onde estou indo mas não onde eu quero ir

Eu sinto que se eu me soltar

isso não me faria mal

Eu faria bem em arriscar, estaria errado em não tentar

Se eu quisesse eu poderia até parar, voltar atrás

Além disso as barreiras

precisam sempre ser superadas

Por que tenho medo de ser esmagado

por quem e pelo quê?

Eu não sei, mas o que eu sei é que

se estou com medo, é porque eu não sou o último

Como se houvesse apenas um destino, apenas um lugar

Apenas uma estrada para onde deveríamos ir

eu ficaria surpreso

Tudo que eu sei é que eu não sei, eu vou passo a passo

Sim, passo a passo

sim passo a passo


Eu vou passo a passo

(passo a passo, passo a passo, passo a passo)

Eu vou passo a passo

Tudo que eu sei é que eu não sei

Eu vou passo a passo

(passo a passo, passo a passo, passo a passo)


A cabeça dela em seu telefone

Sem fones de ouvido, acharíamos que ela é louca

Sem o Google, acharíamos que ela é burra

E sem filtros, acharíamos que é bonita

É muito fácil julgar, é muito fácil julgar

Se o objetivo dela na vida é se parecer com a Gigi

Mas sem cirurgia é mais Gégé que Gigi

Se a escola nos ensinou como fazer lindas selfies

Para ter um melhor começo de vida

para ter um melhor começo de vida

Sem saber para onde estamos indo, onde estamos

Sem saber onde nós terminaríamos

Sem saber onde estamos, para onde vamos

Sem saber onde vai acabar

A cabeça dela em seu telefone

Sem fones de ouvido, acharíamos que ela é louca

Sem o Google, acharíamos que ela é burra

E sem filtros, acharíamos que é bonita


O que importa é o que está em nossos coração

e é isso que importa

Dinheiro não faz felicidade não

ele é usado para fazer bombas

Para ser bonita quando se tem dinheiro (temos dinheiro)

é mais fácil né

O dinheiro apodrece as pessoas

e as torna bonitas ao mesmo tempo, é fascinante

Nós não somos todos iguais em questão beleza Corrigir

é tão fácil ser arrogante quando as vemos caminhar

Jovem, antes de aprender um trabalho

Você precisa primeiro aprender

como retocar a foto de um currículo


A cabeça dela em seu telefone

Sem fones de ouvido, acharíamos que ela é louca

Sem o Google, acharíamos que ela é burra

E sem filtros, acharíamos que é bonita

https://www.vagalume.com.br/stromae/defiler-traducao.html

 

Elle défile

On voit nos vies défiler

Sur le fil

On voit les années filer

On essaye de filer droit

Et on n'peut pas rembobiner

Tout ces nœuds dans nos vies

Si on pouvait les dénouer

Alors dites-moi comment ça marche

Dites-moi comment ça marche

Dites-moi comment ça marche

Dites-moi comment ça marche


De toute façon, on marche dans les rangs

En groupe ou pas, on marche seul

Qu'on l'veuille ou pas on a une valeur marchande

du plus jeune âge au linceul

Marche ou crève mais marche droit

marche à l'envers ou ne marche pas

Et le business, ça marche

La santé, la famille et le reste, ça marche

Dites-moi comment ça marche

Dites-moi comment ça marche

Je l'sais qu'ce n'est pas toujours comme on le veut

Pas toujours comme on l'souhaite

mais je voudrais de vieux jours heureux

Dites-moi comment ça marche


Je me demande après toutes ces années

encore et encore

Je l'sais bien là où je ne vais pas

mais pas encore là où je voudrais aller

Je me doute bien qu'si je me laisse aller

ça me ferait pas tort

Je ferais bien de franchir le pas

en tout cas j'aurais tort de ne pas essayer

Si j'voulais j'pourrais même m'arrêter

faire machine arrière

D'ailleurs pourquoi les barrières

devraient être toujours dépassées

Pourquoi j'ai peur d'être dépassé, par qui et par quoi?

Je ne sais pas mais c'que je sais

c'est que si j'ai peur c'est que j'suis pas l'dernier

Comme si y'avait qu'une arrivée, qu'un seul endroit

Qu'une seule route où on devrait aller, ça m'étonnerait

Tout ce que j'sais c'est qu'je sais pas, j'y vais pas à pas

Ouais pas à pas, ouais pas à pas


J'y vais pas à pas

(pas à pas, pas à pas, pas à pas)

J'y vais pas à pas

Tout ce que j'sais c'est qu'je sais pas

J'y vais pas à pas

(pas à pas, pas à pas, pas à pas)


La tête dans son téléphone

Sans écouteurs, on la croirait folle

Sans Google, on la croirait conne

Et sans filtres, on la croirait bonne

C'est trop facile de juger, c'est trop facile de juger

Si son but dans la vie c'est de ressembler à Gigi

Mais sans chirurgie c'est plus Gégé que Gigi

Si l'école nous apprenait à faire des beaux selfies

Pour mieux démarrer dans la vie

pour mieux démarrer dans la vie

Sans savoir où on va, où on est

Sans même savoir où on finirait

Sans savoir où on est, où on va

Sans même savoir où ça finira

La tête dans son téléphone

Sans écouteurs, on la croirait folle

Sans Google, on la croirait conne

Et sans filtres, on la croirait bonne


C'qui compte c'est c'qu'on a dans l'cœur

et c'qu'y a sur le compte

L'argent ne fait pas le bonheur non

il sert à fabriquer des bombes

Être belle quand on a de l'argent (on a de l'argent)

c'est plus facile nan

L'argent pourrit les gens

et il les rend beau en même temps, c'est fascinant

On n'est pas tous égaux face à la beauté

c'est si facile d'être gros quand on les voit défiler

Petit, avant d'apprendre un métier

Faut d'abord apprendre

à retoucher la photo d'un Cv


La tête dans son téléphone

Sans écouteurs, on la croirait folle

Sans Google, on la croirait conne

Et sans filtres, on la croirait bonne

 

21.06.18

binários


Cecília

Numa época em que a intolerância dos mais velhos em relação aos jovens e dos jovens em relação aos mais velhos chegou ao cúmulo, em que os mais velhos não fazem outra coisa senão acumular argumentos para dizerem finalmente aos jovens aquilo que eles merecem, e os jovens não esperam mais do que estas ocasiões para demonstrarem que os mais velhos não percebem nada, o senhor Palomar (...) percebe que ninguém quer sair dos binários do seu próprio discurso para responder a perguntas que, sendo provenientes de um outro discurso, obrigariam a repensar as mesmas coisas com outras palavras, e até mesmo a encontrar-se em territórios desconhecidos, longe dos percursos seguros. 

 

 

Italo Calvino - Palomar (1983)

Planeta DeAgostini (2001)

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D