Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Dactilografia    Traço, sozinho, no meu cubículo de engenheiro, o plano, Formo o projecto, aqui isolado, Remoto até de quem eu sou.    Ao lado, acompanhamento banalmente sinistro, O tic-tac estalado das máquinas de escrever.    Que náusea de vida! Que abjeção esta regularidade! Que sono este ser assim!   Outrora, quando fui outro, eram castelos e cavalerias  (Ilustrações, talvez, de qualquer livro de infância), Outrora, quando fui verdadeiro ao meu sonho, (...)