Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

10 Out, 2019

só com loucos

Perfeitamente desesperado é o meu sonho  Os pássaros insultam-me na cama Só com doidos com doidos amaria  perfeitamente presente na frescura do mar    António Ramos Rosa - Obra Poética I  Assírio & Alvim (2018)        
08 Set, 2019

a medida

(...) em nome do sofrimento e da felicidade em nome dos animais e dos utensílios criadores em nome de todas as vidas sacrificadas em nome dos sonhos  em nome das colheitas em nome das raízes  em nome dos países em nome das crianças  em nome da paz que a vida vale a pena que ela é a nossa medida que a vida é uma vitória que se constrói todos os dias  (...)   António Ramos Rosa in O BOI DA PACIÊNCIA   António Ramos Rosa - Obra Poética I  Assírio & (...)
06 Set, 2019

(g)orgulhos

Orgulhos de bordel... ou calvário.    Paulo da Costa Domingos in Cicatriz     Paulo da Costa Domingos – Carmina (1971-1994) Antígona (1995)   Agora eu vou cantar pros miseráveis Que vagam pelo mundo derrotados Pra essas sementes mal plantadas Que já nascem com cara de abortadas Pras pessoas de alma bem pequena Remoendo pequenos problemas Querendo sempre aquilo que não têm Pra quem vê a luz Mas não ilumina suas minicertezas Vive contando dinheiro E não muda (...)
28 Ago, 2019

vividamente

irei eu rir quando se descobrir que a morte é pertença deste lado exausta do milagre e do                                                                                                           [ sonho.     Paulo da Costa Domingos in ARA     Paulo da Costa Domingos – Carmina (1971-1994) Antígona (1995)      
18 Jun, 2019

Ora iê iê ô!

Lava com dignidade o amor como a morte ou um velho sonho.    Paulo da Costa Domingos in Maillot - CARMINA Edições ANTÍGONA (1995)      
14 Out, 2018

uma questão de fé

É praxe que Zé Pelintra faça uma espécie de discurso de abertura, antes das consultas começarem. Ele fala sobre a plenitude do ser humano, alcançada somente quando sua verdadeira essência é seguida. Que o passado não dá respostas e que o olhar deve ser à frente. Que todo mundo colhe o que planta (...) Ele está terminando o atendimento de uma senhora e pede para que eu preste atenção. De forma simplista, ela tem um restaurante e acha que um concorrente está de olho gordo pra (...)
18 Mai, 2018

judiarias errantes

minha vida, bisa a da lenda do judeu errante. Não me é permitido morrer. Não me é permitido descansar.      George Sand – Diário Íntimo Antígona (2004)         On the turning away From the pale and downtrodden And the words they say Which we won't understand "Don't accept that what's happening Is just a case of others' suffering Or you'll find that you're joining in The turning away" It's a sin that somehow Light is changing to shadow And casting it's shroud Ov (...)