Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

06 Mar, 2020

deixar

Não cantes vitorioso nem a galope: deixa as palavras virem ao nível do seu vagaroso peso, do seu chão de água.    António Ramos Rosa in ONDE AINDA É POSSÍVEL - Obra Poética I Assírio & Alvim (2018)    
08 Jan, 2020

pormenores vitais

  (há pormenores sem importância alguma que, somos assim e pronto, a memória não larga)     António Lobo Antunes – A Última Porta Antes da Noite (2018) Publicações Dom Quixote (2018)        
11 Out, 2019

sinuosos arpões

Num sinuoso acesso de dor  subia-se à felicidade como um peixe arpoado pela corola activa da fêmea. Ajoelho ante essa fúria sensual...      Paulo da Costa Domingos in CAMPO DE TÍLIAS     Paulo da Costa Domingos – Carmina (1971-1994) Antígona (1995)