Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

amanhecendo pela vida inteira

04.07.21

Uma estrela quando morre 

morre tão devagar

que não se lembra sequer

de que chegou a brilhar

 

Mas nem todas as estrelas 

morrem dessa maneira

Há quem antes de morrer 

brilhe pela vida inteira 

 

Jorge Sousa Braga – Pó de Estrelas (2007)

Assírio e Alvim (2007)

 

 

haja samba e axé

18.02.21

É pesada a pedra desta vida

que a morte enterra a cada passo

mas quem vive a luz da nova vida

senão a palavra que levanta a pedra 

 

António Ramos Rosa in  À MEMÓRIA DE VÍTOR MATOS E SÁ  - Obra Poética I

Assírio & Alvim (2018)

 

 

momentos de lucidez

18.04.18

Nos momentos de lucidez, devemos habituar-nos a prever as regressões, para que mesmo no delírio possamos conservar a consciência da tranquilidade que nao tardará. 

Ter por hábito não nos deixarmos ludibriar pelo nosso próprio mal. 

 

 

George Sand – Diário Íntimo

Antígona (2004)