Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

28 Mai, 2019

de perto

Se vista de longe, Lisboa é uma bonita cidade, espalhada pelas colinas, iluminada pelo Sol que espreita em tímidas abertas pelos buracos das nuvens cinzentas, expondo os telhados avermelhados e os campanários das suas muitas igrejas, os picos dos Jerónimos apontados ao céu, os torreões da Sé, o zimbório da nova Basílica da Estrela, o vasto Terreiro do Paço aberto para o rio luminoso. Mas Philipe de Villepin considera que no encanto daquele casario empinado nas encostas que descem (...)
28 Mar, 2018

as penas do amor

A paixão é um dom intransigente - mas divino. As penas do amor destinam-se a enobrecer, e não a degradar.      George Sand – Diário Íntimo Antígona (2004)      
É a hora em que a multidão dos funcionários deixa os gabinetes sobreaquecidos, abotoa os casacos de peles de imitação e se encafua nos autocarros.     Italo Calvino – Se Numa Noite de Inverno Um Viajante (1979) Coleção Mil Folhas PÚBLICO (2002)            
07 Set, 2017

assuntos

falando de assuntos que a gente não percebe mas sente     António Lobo Antunes – Para Aquela Que Está Sentada No Escuro À Minha Espera (2016) Publicações D. Quixote | Leya (2016)        
17 Ago, 2017

(pseudo) gigantes

Não abuses do tamanho, não sei se sabes, gigante, que Deus castiga com força  quem rouba o que é dos outros.   José de Almada Negreiros, O MENINO D'OLHOS DE GIGANTE Poemas Escolhidos José de Almada Negreiros - Assírio & Alvim | Porto Editora 2016        
05 Mai, 2017

cidades

Não ouves a claustrofobia que cresce na cidade?  O vosso novo não é qualitativo; apenas picturalmente Iludido e monetário.      Maria Gabriela Llansol - O Começo de Um Livro É Precioso Assírio & Alvim (outubro 2003)