Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Eu tenho um anjo Anjo da Guarda Que me protege de noite e de dia Eu não o vejo Eu não o ouço Mas sinto sempre a sua companhia 1   1 António Variações, «Anjo da Guarda», Anjo da Guarda, EMI - Valentim de Carvalho, 1983    Manuela Gonzaga – António Variações, Entre Braga e Nova Iorque (2018) Manuela Gonzaga e Bertrand Editora (2018)      
O plano da emboscada contra mim previa que entre as motos Honda do meu serviço de escolta e o automóvel blindado em que eu viajava se infiltrassem três motos Yamaha guiadas por falsos polícias que de repente travariam antes da curva. Segundo o meu contraplano, seriam afinal três motos Suzuki a imobilizar o meu Mercedes quinhentos metros antes para um falso rapto. Quando me vi bloqueado por três motos Kawasaki num cruzamento antes dos outros dois, percebi que o meu contraplano fora (...)