Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

30 Jul, 2019

vã soberba

Antecede o conhecimento a vagabundagem      Paulo da Costa Domingos in Violeta Náutica     Paulo da Costa Domingos – Carmina (1971-1994) Antígona (1995)     A Negação de Pedro, 1610 Caravaggio   Presa de indizível remorso, o apóstolo retirou-se, envergonhado de si mesmo. Dando alguns passos, alcançou os muros exteriores, onde se deteve a chorar amargamente. Ele, que fora sempre homem ríspido e resoluto (...) ali se encontrava, abatido como uma criança, em face de (...)
24 Abr, 2019

cuspir como Deus

Kuhn é um insensato. Não vê, na cama ao lado, Beppo, o grego, que tem vinte anos, e que depois de amanhã irá para o gás; e que, sabendo-o, fica deitado olhando fixamente a lâmpada sem dizer nada e sem pensar em mais nada? Não sabe Kuhn que a próxima será a sua vez? Não percebe Kuhn que hoje aconteceu uma coisa abominável que nenhuma oração propiciatória, nenhum perdão, nenhuma expiação dos culpados, nada, em suma, que esteja em poder do homem fazer, poderá nunca mais cancelar? (...)
19 Mar, 2019

dad

Your Very Own Guardian Angel The loss of a father Is a heavy burden to bear. He's a source of quiet strength That is so missed when he's not there. Take comfort he's in Heaven, And looking down at you. He'll be there through the coming years, Watching over and guiding you. He's your very own guardian angel, And he'll be with you to the end, When you meet again in Heaven, And your broken heart will finally mend. in https://dying.lovetoknow.com/Poem_in_Memory_ (...)
27 Mar, 2018

27.11.4

 Sem olhar para trás. Sem ver o céu azul, o calor a bater. O sol a brilhar, a faiscar nos frisos dos carros que passam. O vento suave, a música no rádio. Nada disso, nada dessa beleza quotidiana se manifestou. Porque a decisão já estava tomada. Ponderada. Aceite. Quando isso acontece, um véu de cegueira cobre a cara do morto anunciado. Como uma droga, uma embriaguez que omite a verdade. Que omite o mundo real, aquele que passa ao lado do universo que nasceu na mente do suicida. A (...)