Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

09
Fev23

vapor alheio

Cecília

[...] em 2019.

Nesse ano, sem outras alternativas para conseguir sobreviver, atirou-se às limpezas e arrumou as malas que trouxe do Brasil num armazém de uma igreja evangélica, na Amadora, onde viviam 25 pessoas. Pelo menos era este o número identificado quando o SEF fez buscas naquelas instalações, em janeiro de 2020. Em causa estava o pagamento, por parte dessas pessoas, de rendas aos pastores da igreja, que foram constituídos arguidos.

Os quartos eram divididos por paredes de pladur, as divisões aproveitadas ao máximo, a roupa dobrada quase chegava ao teto e só havia um espaço para tomar banho. Entre a igreja e o anexo encontrava-se um terraço coberto, onde estavam duas mesas para refeições, uma máquina de lavar e muitos brinquedos das crianças. A maioria dos brasileiros que ali dormiam, no espaço quase camuflado pela fachada da igreja, eram casais com filhos. Com o tempo e depois da visita do SEF, as pessoas foram saindo - algumas encontraram casa, outras regressaram ao Brasil. Os 300 euros de renda que pagavam à igreja, conta Carol antes de entrar no auditório da igreja para mais uma missa, serviam supostamente para ajudar a pagar as contas da igreja. 

 

Rita Pereira Carvalho  – As Invisíveis, Histórias sobre o trabalho de limpeza (2022)

Fundação Francisco Manuel dos Santos, Rita Pereira Carvalho (2022)

 

 

22
Fev21

momento que vem

Cecília

Ela sabe que o sol vai nascer e a vida vai tornar-se natural e feliz como se de toda a eternidade este momento tivesse sido preparado. 

 

António Ramos Rosa in  MUSAS  - Obra Poética I

Assírio & Alvim (2018)

 

https://lyricstranslate.com/pt-br/limitason-limita%C3%A7%C3%A3o.html

 

22
Nov20

up!

Cecília

...lembra-se particularmente bem dele, num cocktail no hotel Sheraton, aí por volta de 1978, com o corpo cheio de ligaduras, «salpicadas e manchadas de encarnado como se fosse sangue, e um casaco por cima. E eu perguntei-lhe, pá, isso é a t-shirt da guerra? E ele, com aquele sorriso desarmante, «não é? Com os tiros que estes gajos me dão?»

 

Manuela Gonzaga – António Variações, Entre Braga e Nova Iorque (2018)

Manuela Gonzaga e Bertrand Editora (2018)

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2022
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2021
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2020
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2019
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2018
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2017
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2016
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub