Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

escândalos

15.08.21

há uma clara diferença temporal entre Portugal e os restantes países europeus que sofreram a II Guerra Mundial no que toca ao despertar do debate em torno da ideia de raça e das desigualdades com base nessa mesma ideia. O silêncio demasiado longo em torno destas questões, a falta de informação e de categorias mentais para as discutir, a reduzida investigação empírica e a ilusão de que nunca houve nem há racismo em Portugal, tornam esse debate, ainda hoje, demasiadas vezes, um escândalo, acompanhado de um espanto coletivo que confrange. Este espanto de hoje olha para a norma do antirracismo como se fosse uma comoção deslocada no tempo, um extremismo talvez mesmo perigoso, inimigo da liberdade de expressão.

 

Jorge Vala – Racismo, Hoje, Portugal em Contexto Europeu (2021)

Fundação Francisco Manuel dos Santos, Jorge Vala (2021)

 

90221506_3065233903487849_6583643501320208384_n.pnin A Criada Malcriada - Página inicial | Facebook

as neutralidades de bom aluno (II)

24.06.21

O seu gesto humanitário servirá para sempre de exemplo de total devoção às causas da liberdade e compreensão entre todas as nações e raças.»

Estas duas cartas foram escritas em 1968, 28 anos depois dos acontecimentos de Bordéus, e portanto, não serviram para a defesa de Aristides no seu processo de outubro de 1940. Mas mesmo que tivessem chegado a tempo de servirem de apoio, o mais provável é que tivessem desaparecido, tal como aconteceu nessa altura a outros documentos favoráveis ao cônsul. Em 1940, Salazar e os seus próximos estavam convencidos de que a "nova ordem mundial" viria do lado do III Reich, e o cônsul de Bordéus teria de ser afastado e severamente castigado, para que aos olhos dos nazis tal punição fosse bem visível. 

 

António Moncada S. Mendes – Aristides de Sousa Mendes, Memórias de Um Neto
Edições Saída de Emergência e António Moncada S. Mendes  (2017)

 

 

Pearl Harbor

07.12.16

Just before 8 a.m. on December 7, 1941, hundreds of Japanese fighter planes attacked the American naval base at Pearl Harbor near Honolulu, Hawaii. The barrage lasted just two hours, but it was devastating: The Japanese managed to destroy nearly 20 American naval vessels, including eight enormous battleships, and more than 300 airplanes. More than 2,000 Americans soldiers and sailors died in the attack, and another 1,000 were wounded. The day after the assault, President Franklin D. Roosevelt asked Congress to declare war on Japan; Congress approved his declaration with just one dissenting vote. Three days later, Japanese allies Germany and Italy also declared war on the United States, and again Congress reciprocated. More than two years into the conflict, America had finally joined World War II.

 

in http://www.history.com/topics/world-war-ii/pearl-harbor

 

 

 

Do you know what a soldier is, young man? He's the chap who makes it possible for civilised folk to despise war.

 

 

Allan Massie