Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

O pai, exímio tocador de cavaquinho e harmónica, era o chefe de uma banda familiar onde todos cantavam e dançavam, congregando, mesmo em alturas mais difíceis, um clima de festa que filho algum conseguiu esquecer.      Manuela Gonzaga – António Variações, Entre Braga e Nova Iorque (2018) Manuela Gonzaga e Bertrand Editora (2018)        
08 Out, 2019

gestos e atitudes

Pelas seis horas da manhã de 3 de dezembro de 1944 (...) Jaime e Deolinda de Jesus Ribeiro foram pais do quinto filho (...) o menino veio a receber o nome de António Joaquim Rodrigues Ribeiro (...)  Jaime Ribeiro era parco de palavras. Minhoto pequeno e encorpado, homem de uma força extraordinária, saía-se melhor com música no que tocava a expressar sentimentos. O que não conseguia dizer, fazia o cavaquinho dizer por si. Ou a concertina. Os seus gestos, porém, eram de uma enorme (...)
29 Jul, 2019

arGOLAdaS

Vai apreensivo com o destino do Lourenço (...) O homem tem cinco filhos e deve estar a esta hora a arrepelar-se para inventar com que lhes dar de comer.  Põe-se Frei Pedro a arquitectar planos para tirar o Lourenço da encrenca e ocorre-lhe que a solução poderá passar pelo padre Sepúlveda (...)  Santas tardes, senhor abade. E vá de lhe trinar a miséria do Lourenço, da mulher e dos cinco filhos, com acordes trágicos e tons patrióticos. Pois, que se há-de fazer... É a vida - (...)
13 Jun, 2019

gémeas antoninas

Se não fosse demasiado crescida para essas coisas (...) - Nunca somos demasiado crescidas para isso, minha querida, porque é algo que estamos sempre a fazer, de uma forma ou de outra. Os nossos fardos estão aqui, neste mundo, o caminho estende-se à nossa frente, e desejar a bondade e a felicidade é o que nos ajuda a ultrapassar as dificuldades e os erros até atingirmos a paz   Louisa May Alcott – Mulherzinhas (1868) Oficina do Livro (2011)   13.06.2017 Parabéns D. e L. Minha (...)
18 Abr, 2019

a manha teimosa

Nem os sessenta anos de domínio castelhano puderam domar a manha teimosa que tem aguentado Portugal como Estado de geografia absurda. O episódio francês será passageiro. Devemos, portanto - diz ela - vergar como vimes em vez de nos erguermos como robles. Dom António admite intimamente que tal imagem faz jus a nobres e pueris sentimentos e, na sua paciente sageza, acha que o puro patriotismo da mulher é, além de ingénuo, conveniente. Como ter um filho a preparar guerrilhas, outro no (...)
19 Mar, 2019

dad

Your Very Own Guardian Angel The loss of a father Is a heavy burden to bear. He's a source of quiet strength That is so missed when he's not there. Take comfort he's in Heaven, And looking down at you. He'll be there through the coming years, Watching over and guiding you. He's your very own guardian angel, And he'll be with you to the end, When you meet again in Heaven, And your broken heart will finally mend. in https://dying.lovetoknow.com/Poem_in_Memory_ (...)
12 Fev, 2019

todavia sabemos que

Hoje, todavia sabemos que, naquela escolha rápida e sumária, avaliara-se se cada um de nós podia ou não trabalhar utilmente para o Reich; sabemos que nos campos, respectivamente de Buna-Monowitz e Birkenau, só entraram, do nosso comboio, noventa e seis homens e vinte e nove mulheres e que de todos os outros, num total de quinhentos, nem um se encontrava vivo dois dias depois [...]  Assim morreu Emília, que tinha três anos; porque aos alemães parecia evidente a necessidade (...)
30 Jan, 2019

sem

  Aqui esperavam-nos o comboio e a escolta para a viagem. Aqui recebemos as primeiras pancadas: e o facto foi tão novo e insensato que não sentimos dor, nem no corpo nem na alma. Só um profundo espanto: como se pode bater num homem sem raiva?     Primo Levi – Se Isto É Um Homem (1947) Coleção Mil Folhas PÚBLICO (2002)     Scène du massacre des innocent - 1824 Léon Cogniet    
M. 16.01.2014   Mother with child  Léon-Jean Bazille Perrault   (...) One day I'll come swimming beside your ship or someone will and if you hear the siren listen to it. For if you close your ears only nothing happens. You will never change. I don't care if you risk your life to angry goalies creatures with webbed feet. You can enter their caves and castles their glass laboratories. Just don't be fooled by anyone but yourself. (...) Want everything. If you break break going out not in. H (...)