Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

22 Out, 2019

tempo

  Põe o tempo o cuidado que ignora o ouvido e que o livro não dá. É dele este silêncio, este saber, este ouvir e calar. (...) É dele o pouco a pouco, o aproximado, o justo.  (...) É doce e grande  o tempo. (...) Põe o tempo o cuidado. Mas não põe as estrelas.   Perde o olhar o brilho. Mas o mar não se perde.        António Ramos Rosa in Antecipação à Velhice - Obra Poética I Assírio & Alvim (2018)        
26 Jun, 2018

fado ferrari

Não tendo ainda descoberto a América e não podendo portanto receber auxílio do Plano Marshal, a extremidade ibérica deste nosso mundo ocidental atravessava então momentos difíceis. Sem indústria pesada, sem divisas da área do dólar, a contas com a inflação e com o maior cardume de tubarões de que reza a história, a sua economia não se mostrava à altura das circunstâncias. Os metálicos filões que haviam dado o nome às Idades do Cobre, do Bronze e do Ferro, tinham (...)
Que fazer então? Matar a enteada com gás da Companhia ficava caríssimo e os tempos que correm exigem a mais apertada economia. Para tirar as dúvidas, puxou de papel e lápis e fez as contas: Tendo a sua casa 185 m3 e custando 40$00 cada metro do referido gás, a vingança importar-lhe-ia em cerca de sete contos e quinhentos. Impossível!... (E aqui deixo o meu protesto para ser exarado em acta na próxima reunião de vereadores. Que porcaria de cidade é esta, onde morrer fica quase (...)