Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

09 Out, 2019

mexican portuguese

English to Mexican Portuguese translation,Job posted at: Oct 9, 2019 10:56 GMT   (GMT: Oct 9, 2019 10:56) Job type: Translation/editing/proofing job  Service required: Translation Languages: English to Portuguese Job description:Hi There, Trust you are doing fine. We are expecting a new project of English to Mexican Portuguese translation, below are the details as required. Language Pair: English to Mexican Portuguese Word Count: approx 10K Domain:General Request you to (...)
31 Mai, 2019

F-GZCP

Ensinar, mas fazer; crer, mas estudar; aconselhar, mas exemplificar. Chico Xavier   voo da noite de 31 de maio para 1 de junho de 2009    
07 Fev, 2019

invariavelmente

disse a assistente, com um sorriso triste e cansado de quem trabalhava para pagar as propinas da faculdade, visto que os pais já não tinham posses para isso, de quem fazia turnos extra para conseguir mais algum para pôr numa conta poupança-habitação com o namorado, para se meterem numa casa assim que tivessem acabado os respectivos cursos e tivessem arranjado empregos que lhe dessem aquela segurança de que um casal em início de vida necessitava para se chegar ao balcão e pedir cem (...)
16 Mai, 2018

cor chinesa

Façamos aqui um pequeno parêntesis para explicar um dos problemas capitais da criação humana, isto é: o aparecimento de diversos tipos de indivíduos com cores estranhas. (Não nos referimos, evidentemente, à cor política, mas à coloração da própria pele) [...] Outra teoria pretende que o fenómeno tem diversa explicação. Assim, atribue a invenção dos peles-vermelhas, não a Deus - como pode parecer óbvio - mas ao Sr. Cecil B. de Mille e outros produtores de filmes com (...)
OLHE, PRECISO DE DINHEIRO Preciso de muito dinheiro. Quero abrir um negócio. Algo meu, sabe como é. Estou farto de patrões. Não posso passar a minha vida atrás de um balcão. A levar todas as noites com a baba dos perdidos nas trombas.  Já não tenho paciência. Com esta idade, já viu o que é. Sujeitar-se a todos os labregos. Já tentei noutros bancos, sim. Pedi também aos meus pais, é verdade; disse-lhes que era para me casar. Não, não tenho casa, nem automóvel.  Ma (...)
O seu trabalho começava a incomodá-lo. Seis anos passados e nem um tostão no banco. É assim que nos agarram - dão-nos o suficiente para nos mantermos vivos, mas nunca nos dão o suficiente para podermos escapar de vez.      Charles Bukowski in O Homem Que Adorava Elevadores - Música para Água Ardente (1983) Antígona (2015)              
21 Mar, 2017

ficar a trinar

Percebes logo que o doutor Cavedagna é aquela personagem indispensável em todo o organograma empresarial em cujos ombros os colegas tendem instintivamente a descarregar todas as tarefas mais complicadas e espinhosas.      Italo Calvino – Se Numa Noite de Inverno Um Viajante (1979) Coleção Mil Folhas PÚBLICO (2002)      
  " Os operários portugueses foram recebidos à porta da fábrica da Dura Automotive, que produz componentes eletrónicos para automóveis, na cidade de Plettenberg, por colegas alemães munidos de cartazes, panfletos em português e um tradutor oficial. Os folhetos explicavam que entre 850 a 900 trabalhadores alemães da fábrica de Plettenberg serão despedidos, segundo disse à agência Lusa Fabian Ferber, representante local do maior sindicato da indústria metalúrgica na (...)