Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

António chegou a Amesterdão em 1974, numa altura em que a cidade estava na vanguarda de um sem número de movimentos, desde a ecologia à luta anti-apartheid, passando pela liberalização das drogas ditas leves, que eram ali encarados com o mesmo pragmatismo com que, em muitos outros países, se aceitam e até estimulam outros vícios como o jogo. Havia para todos os gostos. Grupos anarquistas, ecologistas, pacifistas, os krakers, com as suas redes de okupas, que pressionavam o governo, (...)
   A CENA DO ÓDIO De José de Almada-Negreiros Poeta Sensacionista e Narciso do Egipto    Ergo-Me Pederasta apupado d'imbecis.  (...) Tu, que te dizes Homem!  Tu, que te alfaiatas em modas e fazes cartazes dos fatos que vestes pra que se não vejam as nódoas de baixo!  Tu, qu'inventaste as Ciências e as Filosofias, as Políticas, as Artes e as Leis,  e outros quebra-cabeças de sala e outros dramas de grande espectáculo... Tu, que aperfeiçoas a arte de matar...  (...)