Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

16.02.17

lisboa


Cecília

 

 ________________ nas traseiras da habitação antiga

Que pouco a pouco foi ruindo, os galos, os pintos

E as galinhas ficaram soterrados no espaço vago

Da devastação urbana. Fruto de escavadeiras,

Lisboa espera agora por mais um prédio

Magalómano de cimento, e por filas e filas de janelas

Sem ovos, tão tem galos são depressivas as 

Auroras. Grasnam patos bravos, coitados

Dos humanos. Perderam o rasto à caixa das almas

Sua antiquíssima ferramenta de convívio. 

 

 

Maria Gabriela Llansol - O Começo de Um Livro É Precioso
Assírio & Alvim (outubro 2003)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D