Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

23
Jan20

a morte de alguém

Cecília

Uma das histórias envolvia a duquesa de Vauquelin. Certa noite perdera bastante dinheiro a jogar às cartas. Com o rosto afogueado, passara a mão pela testa e, ao fazê-lo, deslocara uma sobrancelha artificial feita de pelo de rato. Sem que desse por isso, a sobrancelha começara a deslizar-lhe para a cara, sobre a maquilhagem branca do rosto. 

- O que nos rimos - contou Sua Graça. - Incluindo a duquesa até a filha lhe explicar o sucedido. Não voltou a ser vista em público desde então. 

Achei que era aquilo que acabava por ser a morte de alguém: tagarelice descuidada e uma estupidez que corrói a alma. 

 

Wray Delaney - Memórias de Uma Cortesã  (2016)

Quinta Essência, Oficina do Livro (2017)

 

 

 

 

22
Out16

prémio nobel das letras: porque só eu e o Bob ainda não comentámos *

Cecília

* por acaso já nem devia escrever o que vou escrever só para partilhar o posto da arrogância e má-educação com o Bob

 

O busilis da questão é o estilo. Bem como o carisma. Há coisas com as quais se nasce - ou não. E na busca desenfreada por aqueles se deita a perder aquilo que pode ser conquistado: idoneidade.

 

Há muito que acredito que antes de se abrirem as portas da academia, para anunciar os visados do ano, muito se lagartou em cima de cogumelos. Este ano, no entanto, a carência, a falta de atenção, uma psicose com muita MTV à mistura (por parte da academia, entenda-se), deu no que era previsível, isto é, barafustaram os que ainda tentam atribuir importância a um prémio pertencente a uma academia há muito vendida e ignoraram os que preferem ler bons livros e ouvir boa música - sabendo que a arte é per si verdadeiramente multidisciplinar e que os prémios, todos eles,  valem o que valem.

 

Como sou crédula por natureza - e não apenas no que ao lado bom das pessoas ou instituições diz respeito - pondero se isto não será um desvio disfarçado e programado no tempo para que, mais tarde, possa o prémio ficar em casa; e não, não me refiro a um qualquer escritor sueco de nome impronunciável mas sim aos queridosᗅᗺᗷᗅ.

 

Apenas duas curiosidades me assaltaram quando li o anúncio da academia:

1) como se irá sentir - e que resposta dará - o próximo Prémio Nobel da Literatura? Imagino que ser o digno sucessor de Bob Dylan não passa pela cabeça de um qualquer escritor.

2) finalmente(!) é cada vez  mais credível a aposta num livro dedicado à poemática dos GNR e sair vencedor de um prémio Camões.

 

 

 

 It's not easy to define poetry.

Bob Dylan

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub