Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Nariz de cera

23
Set17

Porto - Aveiro

Cecília

Na manhã do dia 7 de Maio de 1829, na então chamada Praça Nova, actual Praça da Liberdade, dez cidadãos portugueses subiram ao patíbulo, para cumprirem uma cruel sentença que os condenara a morrer na forca. Alguns meses depois, em Outubro daquele mesmo ano, mais dois patriotas morreriam, pelo mesmo processo e no mesmo local. São os mártires da liberdade cuja memória o Porto venera, num sarcófago, onde se guardam os seus restos mortais, e recorda, perpetuamente, nas placas de duas artérias que se situam em locais diferentes da cidade, mas não muito distantes uma da outra: o Campo dos Mártires da Pátria, mais vulgarmente conhecido pela Cordoaria, e a Rua dos Mártires da Liberdade (...) Depois de ter jurado, em 1826, a Carta Constitucional que D. Pedro, então imperador do Brasil, outorgara naquele mesmo ano à Nação, D. Miguel, um mês depois desse juramento, dissolveu as Cortes e fez-se aclamar rei absoluto. Logo a seguir mandou publicar um decreto convocatório das cortes tradicionais de que saiu aclamação oficial. No Porto, a aclamação de D. Miguel como rei absoluto ocorreu no dia 29 de Abril de 1828, na Casa da Câmara. Claro que os liberais não gostaram, e a 16 de Maio seguinte revoltaram-se para defender a Carta Constitucional e os legítimos direitos de D. Maria II, em quem o pai, D. Pedro, abdicara do direito ao trono de Portugal. Costuma chamar-se a este movimento a « Revolução do Porto ». Mas o seu a seu dono: a Revolução Liberal de 16 de Maio de 1828 eclodiu, de facto, no Porto, mas começou em Aveiro, tendo por principal mentor e impulsionador o desembargador Joaquim José de Queirós, que era avô do escritor Eça de Queirós.

 

 

Germano Silva e Lucília Monteiro – Porto, a Revolta dos Taberneiros e Outras Histórias (2004)

Editorial Notícias (maio 2004)

 

 

 créditos imagem: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/59/Dom_Pedro_IV_P%C3%A7_Liberdade_Porto.jpg

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2017
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2016
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub