Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

dores e confusões

A par da angústia afectiva, existe uma angústia intelectiva,

Embora de sabor absolutamente desigual (...)

Com os dedos gelados, pego no giz.

Nesse gesto, começo a sair da confusão que não consola. 

 

 

Maria Gabriela Llansol - O Começo de Um Livro É Precioso
Assírio & Alvim (outubro 2003)

 

 

 

 

meu grande amor

" O granito agarra,

a luz encanta,

o rio marca,

o mar abre horizontes". 

O Porto (...) É difícil de entender; é difícil a entrada... mas, descobrindo a chave adequada, não se esquece e persiste a vontade de voltar". 

 

Manuel Cabral 

 

Digam o que disserem, o Porto continua cidade da liberdade, onde facilmente se troca o "v" pelo "b", mas jamais a autonomia pela submissão.

 

Rui Osório 

 

Para mim que sou de Lisboa, o Porto é um estado de alma, onde é preciso saber viver e admirar a sua luz, o seu claro-escuro, o sol e a sombra. 

Admiro o Porto pela sua verdade. 

 

Eduardo Ramos 

 

O Porto não tem fingimentos, tem a verdade do granito: acolhe e protege os bons, repele os que não prestam. No Porto, as pastelarias chamam-se confeitarias e os cães não mordem, ferram. Mas a lealdade e a solidariedade são valores inalteráveis. 

 

Inês Bustorff Silva 

 

Sente-se que o Porto não será uma paixão à primeira vista mas é, certamente, uma cidade que se aprende a amar para toda a vida (...) uma imagem inesquecível e de tão marcante nos acompanhará por toda a vida, num amor guardado bem fundo no coração. 

 

Manuel Lemos Ribeiro 

 

O espírito do Porto (...) É a graça aberta, a simplicidade, alguma rudeza, mas também pureza delicada. 

 

Antero Braga 

 

 

Porto de muitas partidas mas sempre, sempre de volta. 

Porto-Pai, Porto-Casa, assim sinto esta cidade muito especial. 

Onde nasci, onde cresci, de onde nunca quis sair e onde sempre quero regressar. 

Sou uma Rosa deste jardim muito especial, o Porto. 

Sem esta Terra não consigo viver. 

 

Rosa Mota 

 

 

in Espírito do Porto - Aguarelas de Vasco d'Orey Bobone 

2004 QN - Edições e Conteúdos SA

 

 

 

 

 

amor pede música e a mesma canção

Se eu pudesse te dar um só conselho que resumisse tudo o que uma pessoa pode procurar num amor, seria esse: busque alguém que sinta a música. Não precisa ser um exímio violinista, nem conhecer bandas da República Tcheca. Mas sentir a música, se entregar para a música, viver a música.

(...)

Não importa se ele não sabe o compositor ou confunde Baden Powell com Vinícius de Morais. O que importa é que quando ele escuta Samba da Bênção e ouve “a tristeza tem sempre uma esperança de um dia não ser tão triste, não”, ele sinta aquilo de verdade e sorria.

Procure um amor que sinta a música. Porque quem vive como se fosse uma canção, pode até não te fazer feliz pra sempre, mas vai te fazer feliz de verdade.

 

in http://eoh.com.br/procure-um-amor-que-sinta-a-musica/