Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

ramos que estendi

Ao sul
À procura do meu Norte
Subo as águas desse rio
Onde a barca dos sentidos
Nunca partiu

Lá longe
Inventei o dia azul
E o desejo de partir
Pelo prazer de chegar
Ao sul

Cada um tem a sina que tem
Os caminhos são sempre de alguém
Ao sul

Ao sul
Entre dois braços abertos
Bate um coração maltês
Que se rende, que se dá
De vez


Por amor
Corto os frutos que criei
Corto os ramos que estendi
Pela raíz que abracei
Ao sul

Cada um tem a sina que tem
Os caminhos são sempre de alguém
Ao sul

 

Ala dos Namorados - Ao sul 

(Solta-se o Beijo,1999)

 

 

 

Obrigada, estúpido

 

Imagem encontrada no estúpido aluga-se

4 comentários

Comentar post