Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

julietas

... um primeiro travesti imóvel na esquina, de barriga ao léu, sempre com o mesmo soutien coitado, se o meu pai comigo aposto que a espreitar à janela voltando para o sofá a pensar, a minha mãe 

- Gostas daquilo anormal?

como a noite é esquisita, tudo idêntico e diferente, as sombras tornam-se coisas verdadeiras e as coisas verdadeiras sombras, o meu pai para a minha mãe 

- Faz-me impressão o que é que queres? 

(...) 

o travesti da esquina conseguiu que um automóvel o chamasse e ele a fazer gestos com o cigarro aceso inclinado para o vidro em negociações complicadas até que o automóvel desistiu e ficámos sozinhas, o travesti no passeio à espera e eu na janela sem mais ninguém connosco, sem mais ninguém no bairro, quase a olharmo-nos, quase cúmplices, quase amigas, nem precisávamos de nos encarar para compreender que quase amigas de forma que quando o director do teatro me chamar 

(...) 

a convido para a estreia não numa cadeira lá atrás claro, na primeira fila onde a veja sorrir. 

 

 

António Lobo Antunes – Para Aquela Que Está Sentada No Escuro À Minha Espera (2016)
Publicações D. Quixote | Leya (2016)

 

 

 

 

 Julieta Su&Sida
São bilhete só de ida
Sobrevivem e vocês

 

Julieta Su&sida
Gnr

 

 

4 comentários

Comentar post