Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nariz de cera

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

anotações e apontamentos que dizem tudo - de, por e para mim - por si mesmos.

Борис Пастернак


February. Take ink and weep,
write February as you’re sobbing,
while black Spring burns deep
through the slush and throbbing.


Take a cab. For a clutch of copecks,
through bell-towers’ and wheel noise,
go where the rain-storm’s din breaks,
greater than crying or ink employs.


Where rooks in thousands falling,
like charred pears from the skies,
drop down into puddles, bringing
cold grief to the depths of eyes.


Below, the black shows through,
and the wind’s furrowed with cries:
the more freely, the more truly
then, sobbing verse is realised.


Boris Pasternak - February 

 

 

Eu não gosto de pessoas que nunca caíram ou que nunca tropeçaram. A virtude delas é sem vida e não vale muito.

A vida não lhes revelou sua beleza.

 

Boris Pasternak

(10 de fevereiro, 1890 — 31 de maio, 1960) 

4 comentários

Comentar post